Comitente VARA CÍVEL DE NOVA ESPERANÇA-PR Imprimir Lotes
Classificação Judicial - ;
Status Aberto para Lances
Local Site: www.jeleiloes.com.br
Data 1º Leilão: 19/10/2021 - Encerramento a partir das 09:00 (Somente pela internet)
Data 2º Leilão: 19/10/2021 - Encerramento a partir das 14:00 (Somente pela internet)
0
FAIXA DE PREÇO
COMITENTES
CIDADES
Limpar

LOTE 4.1 - Imóvel c/ 19,1323 alq. em Nova Esperança/PR (1° Leilão )

Fotos lote
Nenhum lance enviado seja o primeiro
Quem está vencendo: lavoueu
Você precisa estar logado e habilitado para enviar lances Entrar/Solicitar Habilitação

Previsão de encerramento

00:00:00

{{ValorReal}} Enviar Lance
{{ValorReal}} {{LabelBotaoLanceInicialOfertarAvaliacao}}
Acessar tela de Lances
Lote Tipo do Bem Valor de Avaliação Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta Lance Atual Número de Lances Status Número de visitas
004 IMÓVEIS RURAIS R$ 6.000.000,00 R$ 4.500.000,00 R$ 0,00 0 OK 806
Lote 004
Tipo do Bem IMÓVEIS RURAIS
Valor de Avaliação R$ 6.000.000,00
Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta R$ 4.500.000,00
Lance Atual R$ 0,00
Número de Lances 0
Status OK
Número de visitas 806
Descrição do lote
LOTE DE TERRAS sob n.º 62, com a área de 19,1323 alqueires paulistas, ou sejam, 463.000,00 meros quadrados, da Gleba Piúna, situado neste município e Comarca de Nova Esperança, cujas divisas e confrontações matrícula sob nº. 10.037, ficha 1 – Livro 2 – Registro Geral do Cartório de Registro de Imóveis deste Foro Regional. LOCALIZAÇÃO: Imóvel bem localizado, próximo ao perímetro urbano do Distrito de Barão de Lucena, com parte do lote margeando e com acesso direto pela Rodovia Estadual Júlio Zacharias. BENFEITORIAS: O imóvel possui quase a totalidade de suas terras constituída por pastagens, cercada nas divisas e piqueteadas, tudo com palanques de aroeira e arame liso. a-) Uma construção com aproximadamente 300 metros quadrados de área, contendo: um salão aberto com estrutura em madeira e cobertura com telhas de concreto; piso em cimento bruto; um balcão em forma de “L”; uma churrasqueira/forno/fogão à lenha; dois banheiros (masculino/feminino) com área de construção aproximada de 20,00 metros quadrados cada; b-) Um oratório construído com blocos de pedra e cimento, em forma circular e com iluminação interna; c-) Uma base em alvenaria, contendo três mastros de bandeira; (foto 04). d-) Uma construção em alvenaria, com telhas em cimento, com aproximadamente 10,00 metros quadrados de área; e-) Uma caixa d´água da marca Fibrabon, com capacidade para 10.000 litros, montada em cima de uma estrutura de alvenaria; f-) Um embarcadouro de gado, com suas paredes em alvenaria e piso em cimento bruto; g-) Dois postes com dois refletores cada um; h- ) três postes com três refletores cada um; i- ) Três postes com quatro refletores cada um; j- ) Um poço artesiano; K-) Um lago abastecido por mina localizada na propriedade; l- ) Uma caixa d´água com capacidade para aproximadamente 60.000 litros, feita em concreto com duas cintas externas de aço; m-) Um barracão em alvenaria e telhas de cimento, com aproximadamente 120,00 metros quadrados de área, contendo seis (6) baias; n-) Um galpão, em estrutura pré moldada, com fechamento em alvenaria, tipo garagem, medindo aproximadamente 150,00 metros quadrados, com cobertura em telhas de amianto, com a parte frontal aberta; o-) Um barracão em alvenaria (lajotas 8 furos a vista), telhas de cimento, com aproximadamente 300,00 metros quadrados de área, contendo doze (12) baias; p-) Um depósito, em alvenaria (lajotas 8 furos a vista), telhas de cimento, com aproximadamente 24,00 metros quadrados de área; q-) Um redondel (p/ domar cavalos) em alvenaria, com dimensões aproximadas de 2,00 metros de altura e 30,00 metros de diâmetro; r-) Um barracão em alvenaria, tipo garagem de implementos, cobertura com telhas de zinco, portas de aço, com aproximadamente 150,00 metros quadrados de área; s-) Uma construção em alvenaria, tipo residência (caseiro), com forro, piso cerâmico, com aproximadamente 70,00 metros quadrados de área, contendo: um 2 quartos, 1 sala, 1 cozinha, uma dispensa/depósito e 1 banheiro/WC; t-) Um barracão em madeira, tipo garagem, cobertura com telhas de barro (portuguesa), com aproximadamente 20,00 metros quadrados de área; u-) Um galpão aberto, tipo pista de laço, em estrutura metálica, com cobertura de telhas de zinco, possuindo iluminação, medindo aproximadamente 4.000,00 (quatro mil) metros quadrados; v-) O imóvel é servido por energia elétrica da Copel Distribuição S/A – INCRA 716.138.010.367-1
Local para visitação
Referido bem se encontra depositado nas mãos da Depositário Pública desta comarca, como fiel depositária, até ulterior deliberação.
Observação
ÔNUS: R.11/10.037 – Hipoteca em favor da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Noroeste do paraná – Sicoob Noroeste do Paraná; R.12/10.037 – Hipoteca em favor da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Noroeste do paraná – Sicoob Noroeste do Paraná; R.13/10.37 – Hipoteca em favor da Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Noroeste do paraná – Sicoob Noroeste do Paraná; Av.23/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00466007520085090567, em trâmite perante o juízo da Vara do Trabalho desta comarca; Av.24/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00012724420165090567, em trâmite perante o juízo da Vara do Trabalho desta comarca ; Av.25/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00043242420158160019, em trâmite perante oeste juízo; R.26/10.037 – Penhora referente aos autos nº 5051-80.2015.8.16.0119 movida por Kirton Bank S/A – Banco Multiplo, em trâmite perante este juízo; Av.27/10.037 – Indisponibilidade de bens, referente aos autos nº 00047093520168160119, em trâmite perante este juízo; Av.28/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº00037722520168160119, em trâmite perante este juízo; Av.29/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00018227820168160119, em trâmite perante este juízo; R.30/10.037 – Penhora referente aos autos nº 0002251-40.2019.8.16.0119 movida por Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Noroeste do paraná – Sicoob Noroeste do Paraná, em trâmite perante este juízo; R.31/10.037 – Penhora referente aos autos nº 0002648-02.2019.8.16.0119 movida por Cooperativa de Crédito de Livre Admissão do Noroeste do paraná – Sicoob Noroeste do Paraná, em trâmite perante este juízo; Av.32/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00057893420168160119, em trâmite perante este juízo; Av.33/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00019231820168160119, em trâmite perante este juízo; R.34/10.037 – Penhora referente aos autos nº 2649-84.2019.8.16.0019 movida por Cooperativa de Crédito Unicoob Ouro Branco – Sicoob Ouro Branco, em trâmite perante este juízo; Av.35/10.037 – Indisponibilidade de Bens, referente aos autos nº 00019240320168160119, em trâmite perante este juízo; R.36/10.037 – Penhora referente aos presentes autos; R.37/10.037 – Penhora referente aos autos nº 0000592-30.2018.8.16.0119 movida por Marcio Rodrigo Frizzo, em trâmite perante este juízo, conforme matrícula imobiliária juntada no evento 242.2. Eventuais constantes da matrícula posteriores a expedição deste edital. Benfeitorias não averbadas na matrícula imobiliária, eventual regularização por conta do arrematante. Débito junto a União, conforme pleito do evento 558.2; Débito junto ao Município conforme pleito do evento 560.2. Em caso de arrematação de bem imóvel ou veículos automotores ou outros bens dependentes de registro no órgão competente, para expedição da respectiva carta, deverá o arrematante recolher as custas referente à expedição da Carta de Arrematação, bem como comprovar o pagamento do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, para bens móveis, recolhimento da GRC para cumprimento do Mandado de Entrega; é obrigação do arrematante arcar com os tributos cujos fatos geradores ocorrerem após a data da expedição da carta de arrematação. OBSERVAÇÃO: Os bens serão adquiridos livres e desembaraçados de quaisquer ônus, até a data da expedição da respectiva Carta de Arrematação ou Mandado de Entrega – (Artigo 908, parágrafo 1º do CPC e Artigo 130, parágrafo único do CTN), OBSERVAÇÃO 1: Consoante o disposto no artigo 892 do Código de Processo Civil/2015, a arrematação far-se-á mediante o pagamento imediato do preço pelo arrematante, por depósito judicial ou por meio eletrônico. Artigo 895 do Código de Processo Civil/2015: “O interessado em adquirir o bem penhorado em prestações poderá apresentar, por escrito: I – até o início do primeiro leilão, proposta de aquisição do bem por valor não inferior ao da avaliação; II – até o início do segundo leilão, proposta de aquisição do bem por valor que não seja considerado vil”; §1º A proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos 25% (vinte e cinco por cento) do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 30 (trinta) meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis. §2º As propostas para aquisição em prestações indicarão o prazo, a modalidade, o indexador de correção monetária e as condições de pagamento do saldo. As parcelas serão atualizadas pela média aritmética simples dos índices INPC e IGP-DI – (Decreto nº 1544/1995), a partir da data da arrematação. § 4º No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de dez por cento sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. § 5º O inadimplemento autoriza o exequente a pedir a resolução da arrematação ou promover, em face do arrematante, a execução do valor devido, devendo ambos os pedidos ser formulados nos autos da execução em que se deu a arrematação. Assinalo, ainda, que a apresentação de proposta escrita de arrematação, mediante prestações não suspende o leilão e somente prevalecerá caso inexistente proposta de pagamento do lance à vista. Inexistindo proposta de pagamento à vista e havendo mais de uma proposta de pagamento parcelado, estas deverão ser submetidas a apreciação deste juízo, sendo que prevalecerá a proposta de maior valor, ou em iguais condições, a formulada em primeiro lugar (art. 895, § 8º, I e II, NCPC). A ordem de entrega do bem móvel ou a carta de arrematação do bem imóvel, com o respectivo mandado de imissão na posse, será expedida somente depois de efetuado o depósito ou prestadas as garantias pelo arrematante, bem como realizado o pagamento da comissão do leiloeiro e das demais despesas da execução (art. 901, § 1º, NCPC). OBSERVAÇÃO 3: Qualquer que seja a modalidade de leilão, assinado o auto pelo juiz, pelo arrematante e pelo leiloeiro, a arrematação será considerada perfeita, acabada e irretratável, ainda, ainda que venham a ser julgados procedentes os embargos do executado ou a ação autônoma de que trata o § 4º deste artigo, assegurada a possibilidade de reparação pelos prejuízos sofridos (artigo 903 do Código de Processo Civil/2015), podendo o arrematante desistir da aquisição apenas nas hipóteses do § 5º do Art. 903 do CPC) O presente edital será publicado no site do leiloeiro www.jeleiloes.com.br, de forma a cumprir o preconizado pelo artigo 887, parágrafo 2º do Novo Código de Processo Civil, o qual estará dispensado à publicação em jornal. COMISSÃO DO LEILOEIRO: a-) Adjudicação: 2% sobre o valor da avaliação a ser pago pelo Exequente; b-) Arrematação: 5% sobre o valor dos bens, a ser pago pelo arrematante; c-) Remissão: 2% sobre o valor da avaliação, a ser pago pelo executado; d-) Acordo ou pagamento nos quinze dias que procederem ao 1º. Leilão designado neste despacho: será devida comissão de 2% sobre o valor da avaliação ao Leiloeiro.
Histórico de lances
Internauta Data Hora Valor do Lance Forma Pagamento IP do Internauta
{{Internauta}} {{Data}} {{Hora}} {{ValorLance}} {{FormaPagamento}} {{IPInternauta}}
Visualizar todos os lances

***** Atenção investidores/clientes, PARA PARTICIPAÇÃO NA MODALIDADE "ON LINE", é obrigatório o cadastro, encaminhamento de todos os documentos pessoais/jurídicos, e a solicitação de habilitação, junto ao site www.jeleiloes.com.br com antecedência mínima de 24 horas antes do último dia útil que antecederá o leilão, seja ele em 1º e/ou 2° Leilão.

Todo o material de propaganda não tem validade jurídica, pois se trata de mero material de divulgação, com informações limitadas e resumidas, vale o que consta no edital.