Comitente VARA CÍVEL DE NOVA ESPERANÇA-PR Imprimir Lotes
Classificação Judicial - Presencial
Status Aberto para Lances
Local Auditório da OAB Nova Esperança, Rua Marins Alves de Camargo, nº 1.600, Nova Esperança/PR
Data 1º Leilão: 29/10/2019 às 13:30 Data2º Leilão: 29/10/2019 às 13:30
FAIXA DE PREÇO
COMITENTES
CIDADES
Limpar

LOTE 1.1 - Imóvel c/ 7.327,70m² em Nova Esperança/PR (1° Leilão )

Fotos lote
Lote Tipo do Bem Valor de Avaliação Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta Lance Atual Número de Lances Status Número de visitas
001 INDUSTRIAIS R$ 7.017.250,00 R$ 3.508.625,00 R$ 0,00 0 OK 2525
Lote 001
Tipo do Bem INDUSTRIAIS
Valor de Avaliação R$ 7.017.250,00
Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta R$ 3.508.625,00
Lance Atual R$ 0,00
Número de Lances 0
Status OK
Número de visitas 2525
Descrição do lote
DATA DE TERRAS sob n. 15 (quinze), com a área total de 7.327,70 metros quadrados, Parque Industrial, Vila Shangri-lá, situada nesta cidade e sede da Comarca de Nova Esperança, dentro das seguintes divisas e confrontações: “Com alinhamento predial da Rua D no rumo SE 41°17’ na extensão de 45 metros e 30 centímetros; com as divisas dos lotes n°s 192-B e 192-A no rumo NE 58°59’ na extensão de 154 metros e 50 centímetros; com a divisa do lote n° 191-A no rumo NO 20°49’ na extensão de 45 metros e 30 centímetros, e finalmente, com o alinhamento predial da Rua Carlos Fuchs no rumo SO 58°59’ na extensão de 170 metros e 50 centímetros até o ponto de partida”. Imóvel objeto da Matricula n° 8.043 do Cartório de Registro de Imóveis desta Comarca. BENFEITORIAS: a) Uma construção em alvenaria, destinada a escritórios, com aproximadamente 325,00 metros quadrados, composta por 11 salas, 02 áreas de circulação e 04 banheiros, coberta com telhas de barros, forro em laje, com revestimento de gesso em todas as salas, e piso em cerâmica, em ótimo estado de conservação; b) Quatro barracões industriais, que são ligados um com o outro, compondo um grande barracão, com paredes até o teto nas laterais, construídas em alvenaria, totalizando aproximadamente 3.596,00 metros quadrados, com o pé direito de 07 metros de altura, cobertura com estrutura metálica, com telhas de zinco, servidos por exaustores, piso cimentado. Nos barracões contem em sua estrutura, uma sala pequena destinada a espera, uma estrutura destinada a pintura, uma destinada a almoxarifado e 02 banheiros, além de portões de entrada e saída e climatizadores de ar industriais, em bom estado de conservação; c) Uma construção em alvenaria, tipo barracão, com aproximadamente, 192,00 metros quadrados, coberto com telhas de barro, sem forro, piso concreto, acoplado no barracão, duas construções em alvenaria, uma com aproximadamente 12,00 metros quadrados, coberto com Eternit, piso cimentado, destinado a forja e a outra com aproximadamente 36,00 metros quadrados, com cobertura de Eternit, sem forro piso cimentado, em bom estado de conservação; d) Uma construção em alvenaria com aproximadamente 170,00 metros quadrados, coberto com telhas de Eternit, composto por um refeitório, este forrado em madeira, e piso em cerâmica, um banheiro, uma parte para guardar bicicletas, está sem forro e piso cimentado, em bom estado de conservação; e) Uma casa em alvenaria com aproximadamente 90,00 metros quadrados, composta por, três quartos, uma sala, uma cozinha, um banheiro, uma dispensa, uma lavanderia, uma garagem e uma área, coberta com telhas de barro, forro laje, piso em cerâmica e parte em taco, em ótimo estado de conservação; f) Uma casa em alvenaria com aproximadamente 62 metros quadrados, composta por, dois quartos, uma sala com cozinha, um banheiro, uma garagem e uma área, coberta com telhas de barro, forro laje, piso em cerâmica, em bom estado de conservação;OBS: o imóvel dispõe de todas as instalações necessárias para indústria metalúrgica, com acesso fácil a embarque e desembarque de mercadoria pela frente voltada a BR 376 e também pelas laterais. LOCALIZAÇÃO: Parque Industrial I, com a frente voltada para a Rua Mituro Yanaze paralela com a Rodovia BR-376, lateral direita paralela com a Rua Carlos Fuchs e esquerda com a Rua Belo Horizonte, perto do trevo de acesso à cidade de Nova Esperança, localizado próximo a industrias e conjuntos residenciais, região está servida de todos os melhoramentos públicos existentes, como energia elétrica, saneamento básico, internet, rede de esgoto e outros
Local para visitação
Referidos bens se encontram depositados nas mãos do Administrador Judicial ISAQUE LOURENÇO, no seguinte endereço: Rua Lord Lovat, n. 302, Sala 102 – Centro, Nova Esperança/PR, Fone (44) 32523296.
Observação
ÔNUS: BEM IMÓVEL: R.07/8.043 – Termo de Constituição de Alienação Fiduciária de Bem Imóvel, credor Caixa Econômica Federal; AV08/8.043 – Cédula de Crédito Bancário, credor Caixa Econômica Federal; Av.10/8.043 – Indisponibilidade de Bens referente aos autos nº 0000677-45.2016.5.09.0567, Junto a Vara do trabalho de Nova Esperança; R.11/8.043 – Penhora referente aos autos nº 0003766-18.2016.8.16.0119, credor Estado do Paraná, junto a Vara da Fazenda Pública desta Comarca; Av.13/8.043 – Existência de Ação autos nº 0000129-59.2016.8.16.0119, credor Estado do Paraná, junto a Vara da Fazenda Pública desta Comarca, conforme matrícula imobiliária juntada no evento 382.4. Eventuais outros constantes das matrículas imobiliárias após a expedição do respectivo Edital de Leilão. Diversas Penhoras no rosto destes autos. Benfeitorias não averbadas na matrícula imobiliária, eventual regularização por conta do arrematante. OBSERVAÇÃO: Os bens serão adquiridos livres e desembaraçados de quaisquer ônus, até a data da expedição da respectiva Carta de Arrematação ou Mandado de Entrega (Artigo 908, parágrafo 1º do CPC/2015 e Artigo 130, parágrafo único do CTN). OBSERVAÇÃO 1: Consoante o disposto no artigo 892 do Novo Código de Processo Civil, a arrematação far-se-á mediante o pagamento imediato do preço pelo arrematante, por depósito judicial ou por meio eletrônico. OBSERVAÇÃO 2: Conforme preconizado no artigo 143 da Lei nº 11.101/2005, poderão ser apresentadas impugnações por quaisquer credores, pelo devedor ou pelo Ministério Público, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas da arrematação, hipótese em que os autos serão conclusos ao juiz, que, no prazo de 05 (cinco) dias, decidirá sobre as impugnações e, julgando-as improcedentes, ordenará a entrega dos bens ao arrematante, respeitadas as condições estabelecidas no edital. Artigo 895 do Código de Processo Civil/2015: “O interessado em adquirir o bem penhorado em prestações poderá apresentar, por escrito: I – até o início do primeiro leilão, proposta de aquisição do bem por valor não inferior ao da avaliação; II – até o início do segundo leilão, proposta de aquisição do bem por valor que não seja considerado vil”; §1º A proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos 25% (vinte e cinco por cento) do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 30 (trinta) meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis. §2º As propostas para aquisição em prestações indicarão o prazo, a modalidade, o indexador de correção monetária e as condições de pagamento do saldo. As parcelas serão atualizadas pela média aritmética simples dos índices INPC e IGP-DI – (Decreto nº 1544/1995), a partir da data da arrematação. § 4º No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de dez por cento sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. § 5º O inadimplemento autoriza o exequente a pedir a resolução da arrematação ou promover, em face do arrematante, a execução do valor devido, devendo ambos os pedidos ser formulados nos autos da execução em que se deu a arrematação. Assinalo, ainda, que a apresentação de proposta escrita de arrematação, mediante prestações não suspende o leilão e somente prevalecerá caso inexistente proposta de pagamento do lance à vista. Inexistindo proposta de pagamento à vista e havendo mais de uma proposta de pagamento parcelado, estas deverão ser submetidas a apreciação deste juízo, sendo que prevalecerá a proposta de maior valor, ou em iguais condições, a formulada em primeiro lugar (art. 895, § 8º, I e II, NCPC). A ordem de entrega do bem móvel ou a carta de arrematação do bem imóvel, com o respectivo mandado de imissão na posse, será expedida somente depois de efetuado o depósito ou prestadas as garantias pelo arrematante, bem como realizado o pagamento da comissão do leiloeiro e das demais despesas da execução (art. 901, § 1º, NCPC). OBSERVAÇÃO 3: Qualquer que seja a modalidade de leilão, assinado o auto pelo juiz, pelo arrematante e pelo leiloeiro, a arrematação será considerada perfeita, acabada e irretratável, ainda, ainda que venham a ser julgados procedentes os embargos do executado ou a ação autônoma de que trata o § 4º deste artigo, assegurada a possibilidade de reparação pelos prejuízos sofridos (artigo 903 do Código de Processo Civil/2015), podendo o arrematante desistir da aquisição apenas nas hipóteses do § 5º do Art. 903 do CPC) O presente edital será publicado no site do leiloeiro www.jeleiloes.com.br, de forma a cumprir o preconizado pelo artigo 887, parágrafo 2º do Novo Código de Processo Civil, o qual estará dispensado à publicação em jornal. COMISSÃO DO LEILOEIRO: As comissões do Leiloeiro serão as seguintes: a-) Adjudicação: 2% sobre o valor da avaliação a ser pago pelo Exequente; b-) Arrematação: 5% sobre o valor dos bens, a ser pago pelo arrematante; c-) Remissão: 2% sobre o valor da avaliação, a ser pago pelo executado; d-) Acordo ou pagamento nos quinze dias que procederem à 1ª. praça designada neste despacho: será devida comissão de 2% sobre o valor da avaliação ao Leiloeiro.
Histórico de lances
Internauta Data Hora Valor do Lance Forma Pagamento IP do Internauta
{{Internauta}} {{Data}} {{Hora}} {{ValorLance}} {{FormaPagamento}} {{IPInternauta}}
Visualizar todos os lances

Todo o material de propaganda não tem validade jurídica, pois se trata de mero material de divulgação, com informações limitadas e resumidas, vale o que consta no edital.