Comitente 1ª VARA CÍVEL DE TOLEDO-PR Imprimir Lotes
Classificação Judicial - Presencial - ;
Status Aberto para Lances
Local 1º Leilão ONLINE - 2º Leilão PRESENCIAL no Átrio do Fórum, Rua Almirante Barroso, nº 3222, Toledo/PR
Data 1º Leilão: 22/04/2019 às 09:00 (Somente pela internet)Data2º Leilão: 29/04/2019 às 13:00
0
FAIXA DE PREÇO
COMITENTES
CIDADES
Limpar

LOTE 3.1 - Imóvel c/ 35,25 alq. em Ouro Verde do Oeste/PR (1° Leilão )

Fotos lote
Nenhum lance enviado seja o primeiro
Quem está vencendo: lavoueu
Você precisa estar logado e habilitado para enviar lances Entrar/Solicitar Habilitação

Previsão de encerramento

00:00:00

{{ValorReal}} Enviar Lance
{{ValorReal}} {{LabelBotaoLanceInicialOfertarAvaliacao}}
Acessar tela de Lances
Lote Tipo do Bem Valor de Avaliação Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta Valor Débito Lance Atual Número de Lances Status Número de visitas
003 IMÓVEIS RURAIS R$ 9.061.456,25 R$ 6.343.019,37 R$ 2.563.672,00 R$ 0,00 0 OK 4775
Lote 003
Tipo do Bem IMÓVEIS RURAIS
Valor de Avaliação R$ 9.061.456,25
Lance Inicial - 2ª Praça/Hasta R$ 6.343.019,37
Valor Débito R$ 2.563.672,00
Lance Atual R$ 0,00
Número de Lances 0
Status OK
Número de visitas 4775
Descrição do lote
Imóvel Lote Rural nº 116/117/118, integrante do parcelamento das secções "E" e "F" da Gleba 5-A, Colônia "B" Santa Helena e Sol de Maio, com área de 780.450,00 m² (setecentos e oitenta mil quatrocentos e cinquenta mil metros quadrados) igual a 32,25 alqueires paulista, com superfície apresentando declive, sendo que aproximadamente 25 alqueires paulista é de área mecanizada e o restante aproximadamente 7,25 alqueires paulista e de área de pasto, benfeitorias e açudes, situado no município de Ouro Verde Do Oeste/PR, conforme matrícula nº 11.177 do 2º Ofício de Registro de Imóveis de Toledo/PR. INCRA nº 950.076.782.041-6. Imóvel está servido de água de poço artesiano e luz. Localização: PR 317 sentido Toledo a Ouro Verde do Oeste, anda aproximadamente 11Kms, entra a direita antes da Capela Bom Jesus, anda por aproximadamente 450m estará na propriedade. Benfeitorias: Uma construção em alvenaria, servindo como moradia e depósito, coberta com telha de barro, forro de madeira, aberturas de ferro e madeira, piso de cimento bruto alisado, contendo cinco quartos, dois depósitos, três banheiros, duas salas uma varanda e uma garagem aberta e sem forro e sem piso, medindo aproximadamente 201m²., em regular a precários estado de conservação, apresentando algumas rachaduras na parede e forro com partes soltas. Uma casa construção em madeira, coberta com telha de barro, forro, aberturas e soalho de madeira, contendo três quartos, sala, cozinha, banheiro e uma varanda aberta com piso de cimento bruto alisado com vermelhão, medindo aproximadamente 122m², em regular estado de conservação. Uma construção em alvenaria, servindo como moradia, coberta com telha de barro, tipo francesa, aberturas de ferro, piso de cimento bruto alisado com vermelhão, contendo no piso superior três quartos, sala, cozinha e banheiro, no piso inferior consta um dois depósito, uma banheiro, uma cozinha, uma área de serviço, uma área de festa com churrasqueira, tudo medindo aproximadamente 146m², em anexo uma cobertura aberta de fibrocimento de 3mm, sem forro, assentada sobre estrutura de madeira, com piso de cimento bruto alisado, tudo medindo aproximadamente 185m², em regular estado de conservação, com paredes e piso com rachaduras. Uma construção em alvenaria, coberta com telha de barro, forro de madeira, aberturas de ferro, piso de cimento bruto alisado, contendo dois depósitos, banheiros e um escritório, medindo aproximadamente 51m², em regular estado conservação. Uma construção em alvenaria aberta, abrigando uma balança, coberta com fibrocimento, sem forro, com paredes de alvenaria com 30cm de altura, piso de cimento bruto alisado, contendo baias para alojamento de animais, medindo aproximadamente 35m², em regular estado de conservação. Uma construção, parcialmente aberta, coberta com telha de barro, sem forro, sem aberturas, piso parte de cimento bruto alisado e parte piso, contendo depósito e abrigo para animais, medindo aproximadamente 60m², em precário estado de conservação. Uma construção em alvenaria, coberta com fibrocimento de 6mm, forro de PVC, aberturas de ferro, piso cerâmico, contendo dois banheiros, um deposito e um almoxarifado, medindo aproximadamente 29m², em regular estado de conservação. Uma construção em alvenaria, parcialmente aberta, cercada com tela de arame galvanizado, forro de lona, abertura de ferro e madeira, liso de cimento bruto alisado, servindo para alojamento de animais, medindo aproximadamente 1.200m², em regular estado de conservação. Uma construção em alvenaria, parcialmente aberta, cercada com tela de arame galvanizado, forro de lona, abertura de ferro e madeira, liso de cimento bruto alisado, servindo para alojamento de animais, medindo aproximadamente 1.200m², em regular estado de conservação. Uma construção em alvenaria, parcialmente aberta, cercada com tela de arame galvanizado, forro de lona, abertura de ferro e madeira, liso de cimento bruto alisado, servindo para alojamento de animais, medindo aproximadamente 1.200m², em regular estado de conservação. Três construções em alvenaria, coberta com telha de barro, tipo francesa, sem forro, com paredes de alvenaria a meia altura e tela de arame galvanizado no restante, piso de cimento bruto alisado, contendo várias baias para criação de animais, sendo que cada uma mede aproximadamente 680m², totalizando aproximadamente 2.040m² de área construída, em regular a precário estado de conservação, contendo rachaduras no piso e paredes. Uma construção em alvenaria, coberta com telha de barro, tipo francesa, sem forro, com paredes de alvenaria a meia altura e tela de arame galvanizado no restante, piso de cimento bruto alisado, contendo várias baias para criação de animais, medindo aproximadamente 420m², em regular estado de conservação, contendo rachaduras no piso e paredes. Uma construção em alvenaria pré moldado, coberta com telha de barro, tipo francesa, sem forro, com paredes de alvenaria a meia altura e tela de arame galvanizado no restante, piso de cimento bruto alisado, contendo várias baias para criação de animais, medindo aproximadamente 260m², em regular estado de conservação, contendo rachaduras no piso e paredes. Uma construção em alvenaria, parcialmente aberta, coberta com telha de barro, tipo francesa, parte sem forro e parte com forro de madeira, aberturas de madeira, com parte paredes de alvenaria a meia altura e tela de arame galvanizado no restante e parte fechada com paredes de alvenaria, piso parte de cimento bruto alisado e parte com piso bruto de cimento alisado com vermelhão, contendo várias baias para criação de animais, um escritório e um refeitório, medindo aproximadamente 160m², em regular estado de conservação, contendo rachaduras no piso e paredes. Um barracão, coberto com zinco, paredes parte de zinco e parte de alvenaria a meia altura, sem forro, aberturas de ferro, sem piso, servindo como depósito, medindo aproximadamente 257m², em regular estado de conservação. Uma construção alvenaria, coberta com telha de barro, sem forro, abertura de madeira, piso parte de cimento bruto alisado e parte sem piso, medindo aproximadamente 143m², em péssimo estado de conservação. Consta na área posso artesiano e dois reservatórios D´água, vários açudes, e parte da área é cercado com palanques e arame galvanizado
Local para visitação
Referido bem se encontra depositado nas mãos dos executados, podendo ser encontrado na Avenida Parigot de Souza, 1327 - Jardim Porto Alegre - TOLEDO/PR, como fiel depositário, até ulterior deliberação.
Observação
ÔNUS: R.14/11.177 – Protocolo nº 51.509 – Hipoteca de segundo grau credor Banco Cooperativo do Brasil – Bancoob (alterado denominação social averbação 21 – Cooperativa de Crédito da Região Meridional do Brasil Sicoob); R.15/11.177 – Protocolo nº 51.914 – Hipoteca de Terceiro grau credor Banco Cooperativo do Brasil – Bancoob (alterado denominação social averbação 22 – Cooperativa de Crédito da Região Meridional do Brasil Sicoob); R.17/11.177 – Protocolo nº 52.642 – Hipoteca de quarto grau credor Banco Cooperativo do Brasil – Bancoob (alterado denominação social averbação 23 – Cooperativa de Crédito da Região Meridional do Brasil Sicoob); Av26/11.177 - Protocolo nº 58.623 – Averbação Premonitória de ajuizamento de Ação de execução de Título Extrajudicial nº 0003319-37.2017.8.16.0170, em trâmite perante a 3ª Vara Cível de Toledo; R.27/11.177 – Protocolo nº 60.285 – Penhora referente aos autos nº 0003232-81.2017.8.16.0170, em que é exequente Cooperativa de Crédito Meridional do Brasil Sicoob, em trâmite perante a 1ª Vara Cível de Toledo (próprios autos), conforme matricula do evento 176. Eventuais constantes posteriores a publicação do edital. Em caso de arrematação de bem imóvel, para expedição da respectiva carta, deverá o arrematante recolher as custas referente à expedição da Carta de Arrematação, bem como comprovar o pagamento do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, para bens móveis, recolhimento da GRC para cumprimento do Mandado de Entrega; é obrigação do arrematante arcar com os tributos cujos fatos geradores ocorrerem após a data da expedição da carta de arrematação. OBSERVAÇÃO: Os bens serão adquiridos livres e desembaraçados de quaisquer ônus, até a data da expedição da respectiva Carta de Arrematação ou Mandado de Entrega - (Artigo 908, parágrafo 1º do CPC e Artigo 130, parágrafo único do CTN). OBSERVAÇÃO 1: Consoante o disposto no artigo 892 do Novo Código de Processo Civil, a arrematação far-se-á mediante o pagamento imediato do preço pelo arrematante, por depósito judicial ou por meio eletrônico. Artigo 895 do Novo Código de Processo Civil: “O interessado em adquirir o bem penhorado em prestações poderá apresentar, por escrito: I – até o início do primeiro leilão, proposta de aquisição do bem por valor não inferior ao da avaliação; II – até o início do segundo leilão, proposta de aquisição do bem por valor que não seja considerado vil”; §1º A proposta conterá, em qualquer hipótese, oferta de pagamento de pelo menos 25% (vinte e cinco por cento) do valor do lance à vista e o restante parcelado em até 30 (trinta) meses, garantido por caução idônea, quando se tratar de móveis, e por hipoteca do próprio bem, quando se tratar de imóveis. §2º As propostas para aquisição em prestações indicarão o prazo, a modalidade, o indexador de correção monetária e as condições de pagamento do saldo. As prestações acima referidas deverão ser atualizadas mensalmente de acordo com a variação do INPC, e acrescidas de juros remuneratórios de 0,5% ao mês. § 4º No caso de atraso no pagamento de qualquer das prestações, incidirá multa de dez por cento sobre a soma da parcela inadimplida com as parcelas vincendas. § 5º O inadimplemento autoriza o exequente a pedir a resolução da arrematação ou promover, em face do arrematante, a execução do valor devido, devendo ambos os pedidos ser formulados nos autos da execução em que se deu a arrematação. Assinalo, ainda, que a apresentação de proposta escrita de arrematação, mediante prestações não suspende o leilão e somente prevalecerá caso inexistente proposta de pagamento do lance à vista. Inexistindo proposta de pagamento à vista e havendo mais de uma proposta de pagamento parcelado, estas deverão ser submetidas a apreciação deste juízo, sendo que prevalecerá a proposta de maior valor, ou em iguais condições, a formulada em primeiro lugar (art. 895, § 8º, I e II, NCPC). A ordem de entrega do bem móvel ou a carta de arrematação do bem imóvel, com o respectivo mandado de imissão na posse, será expedida somente depois de efetuado o depósito ou prestadas as garantias pelo arrematante, bem como realizado o pagamento da comissão do leiloeiro e das demais despesas da execução (art. 901, § 1º, NCPC). OBSERVAÇÃO 3: Qualquer que seja a modalidade de leilão, assinado o auto pelo juiz, pelo arrematante e pelo leiloeiro, a arrematação será considerada perfeita, acabada e irretratável, ainda, ainda que venham a ser julgados procedentes os embargos do executado ou a ação autônoma de que trata o § 4º deste artigo, assegurada a possibilidade de reparação pelos prejuízos sofridos (artigo 903 do Código de Processo Civil/2015), podendo o arrematante desistir da aquisição apenas nas hipóteses do § 5º do Art. 903 do CPC) O presente edital será publicado no site do leiloeiro www.jeleiloes.com.br, de forma a cumprir o preconizado pelo artigo 887, parágrafo 2º do Novo Código de Processo Civil, o qual estará dispensado à publicação em jornal. COMISSÃO DO LEILOEIRO: Diante do elevado valor do bem, arbitro a comissão do leiloeiro em 0,5% sobre o valor da arrematação do bem, a ser paga pelo arrematante, em caso de arrematação positiva. Na hipótese da alienação não se concretizar por motivo imputável às partes, e o leiloeiro já tiver promovido atos de divulgação (com a publicação do edital, panfletos e internet), ainda assim será devida a comissão ao leiloeiro (artigo 129, CC), no percentual de 0,1% sobre o valor da avaliação, a ser paga: pelo(a,s) exequente(s), no caso de adjudicação ou acordo/desistência; a) b) pelo(a,s) executado(a,s), nos casos de pagamento, remição e/ou parcelamento da dívida.
Histórico de lances
Internauta Data Hora Valor do Lance Forma Pagamento IP do Internauta
{{Internauta}} {{Data}} {{Hora}} {{ValorLance}} {{FormaPagamento}} {{IPInternauta}}
Visualizar todos os lances

***** Atenção investidores/clientes, PARA PARTICIPAÇÃO NA MODALIDADE "PRESENCIAL", não é necessário nenhum tipo de cadastro prévio, basta apenas comparecer no dia, local e horário designado munido de seus documentos pessoais/juridicos. PARA PARTICIPAÇÃO NA MODALIDADE "ON LINE", é obrigatório o cadastro, encaminhamento de todos os documentos pessoais/jurídicos, e a solicitação de habilitação, junto ao site www.jeleiloes.com.br com antecedência mínima de 24 horas antes do último dia útil que antecederá o leilão, seja ele em 1º e/ou 2° Leilão.

Todo o material de propaganda não tem validade jurídica, pois se trata de mero material de divulgação, com informações limitadas e resumidas, vale o que consta no edital.